quarta-feira, 25 de maio de 2016

Teori Zavascki homologa delação de ex-presidente da Transpetro.

O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki, homologou nesta terça-feira (24), a delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. A homologação acontece um dia após o jornal Folha de São Paulo revelar gravações entre Machado e o ex-ministro do Planejamento no Governo Temer, Romero Jucá.

Nas conversas divulgadas, Jucá sugere um “pacto nacional” para “estancar a sangria” da operação Lava Jato com a chegada de Michel Temer à presidência da República. As conversas foram registradas antes da votação no Congresso da abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

A repercussão da reportagem levou Romero Jucá a se afastar do Ministério do Planejamento. Sérgio Machado também entregou às autoridades novos detalhes e novos nomes de políticos implicados na maior investigação do país que pode comprometer políticos dos maiores partidos ligados à base de Temer e ao Partido dos Trabalhadores.

Com a homologação realizada pelo ministro do STF, a delação de Sérgio Machado passa a ter validade jurídica e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá abrir novos inquéritos para investigar políticos e outros suspeitos sem foro privilegiado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário