quarta-feira, 25 de maio de 2016

Campo Redondo: Mais uma terça sem sessão na Câmara de Vereadores.

A paralisação da construção da creche, a paralisação da construção da praça da rodoviária a falta de medicamentos controlados na farmácia básica do município e a crise na saúde de Campo Redondo é apenas um reflexo de uma crise maior: a crise política. Se for medido através das redes sociais, o sentimento da população é de abandono, de orfandade e de falta de representatividade.

Obviamente, não se pode generalizar e colocar todos no mesmo balaio. Existem parlamentares que já demonstraram e continuam demonstrando ter compromisso com os anseios da população.

De modo geral, porém, a marca maior do modo de se fazer política hoje em Campo Redondo é o descaso, a falta de zelo e de consideração pelo povo.

A única coisa que realmente supera o descompromisso com as causas importantes para o nosso município é a inércia política do próprio povo, pois só porque esta 7 x 2 não podemos nos calar e deixar com que a maioria dos vereadores simplesmente não compareçam as sessões na câmara, sem que sejam cobrados pela população.

O povo de Campo Redondo está mostrando, até agora, que suporta bem o tranco. Que aceita o samba dançado nas ventas. Ao não reagirem a este escangalhamento dos limites da vergonha por parte de alguns políticos.

E aos vereadores sem compromisso com a população, dê a sua garantia: nosso desconto não será na folha de pagamentos, mas nas urnas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário