quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Prefeito de Goianinha recebe Henrique e desabafa contra agressões de Robinson Faria.

O prefeito de Goianinha, Júnior Rocha, recebeu na última terça-feira (21) o candidato Henrique Alves (PMDB) e fez um desabafo contra o nível rasteiro da campanha do adversário Robinson Faria (PSD), que o agrediu com palavras de baixo calão em sua passagem pelo município neste segundo turno.

“Quero pedir a Deus que tire desse homem o ódio, a arrogância, a prepotência. Ele veio aqui em Goianinha e me esculhambou. Meus amigos foram à minha casa prestar solidariedade a mim e à minha família. Imagine se esse homem fosse governador. Ia mandar me prender”, disse o prefeito.

Em comício que contou com a presença do ministro Garibaldi Filho, Júnior Rocha disse que está trabalhando para ampliar a vantagem de Henrique conquistada no município no primeiro turno. Domingo, vamos mostrar que o povo de Goianinha não merece a esculhambação que fizeram comigo”, afirmou Rocha, que estava comemorando aniversário.

“Junto com Henrique, vamos ajudar a modificar a situação do Rio Grande do Norte. Preciso sequenciar meu projeto na prefeitura. Estou administrando sem ajuda do governo. O povo de Goianinha sabe que a gente fica com quem trabalha. Vamos repetir o primeiro turno e dar maioria a Henrique Alves”, acrescentou.
Henrique lamentou as agressões do adversário. “Estou impressionado com o que escutei agora. Mas aqui ninguém veio para falar mal de ninguém. Mesmo com famílias atacadas, ninguém vai agredir ninguém. A resposta nós vamos dar nas urnas”, disse.

Depois de Goianinha, a caravana seguiu para Canguaretama, onde o candidato do PMDB foi recebido pela prefeita Fátima Marinho, o ex-prefeito Jurandi Marinho e a deputada estadual Gesane Marinho. Antes do comício, houve uma passeata que, segundo Gesane, foi “o maior arrastão da história de Canguaretama”.

“O povo de Canguaretama já sabe das qualidades de Henrique. Ele é o único que tem condições de tirar o Estado do buraco. Tudo o que Henrique fez até hoje como deputado federal. Imagine quando for governador”, discursou Gesane.

Jurandi disse que, quando prefeito, recebeu diversos recursos através do trabalho do deputado em Brasília. “Henrique tem trabalho prestado ao município. Agora, todos sabem que o hospital regional não funciona, a segurança está um absurdo. Se quiserem mudar tido, votem em Henrique.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário